Quarta-feira, 3 de Outubro de 2007

Afinal, tão singelo pedido

Costumo dissertar assim sobre o que a mim me toca, por não dizer somente aquilo que sinto, mas aquilo que um dia talvez pense vir a perder de sentido!!!

Mas tu, podes fazer ainda pior,... Dizendo aquilo que realmente encontras naquilo que lês,...ou se for apenas, pouco ou nada, aquilo que encontras, podes ainda acrescentar e dizer isso mesmo! Já eu te posso dizer que só assim mesmo me posso sentir bem de saber afinal o que te marcou ou não dessa mais apressada ou mesmo da mais apurada leitura! Conta-me o que sentes sentir que sinto por meio destas poucas palavras que te apregoo, já que não foi por mais ninguém que as compus.

 

                                                   Antunes Ferreira

publicado por antunesferreira às 15:52
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Golfinho a 1 de Novembro de 2007 às 18:46
Conto-te o que sinto sentir....
Não sei se entendo.
Não sei se sei ler...
Sei que no meio de um vazio, sente-se um conforto estranho.
É isto que sinto quando leio "Afinal, tão singelo pedido".


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. De Vontade Encantado

. Estranho Conforto

. Lacuna

. Afinal, tão singelo pedid...

. Tremulas as Pernas

. Tamanhas e Imortais

. Bobressair

.arquivos

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds